Conheça as histórias do Macaco Albino

Leandro e uma versão de pelúcia do Macaco Albino

O Macaco Albino é um perspicaz personagem de quadrinhos, criação da mente do arquiteto Leandro Robles, 30 anos. Questionador e muito criativo, o inusitado – Ego feelings – símio protagonizou sua primeira revista em 2008 e em 2009 saiu em sua segunda edição. Abaixo você confere uma entrevista com Robles e algumas histórias do Albino – sério, gente, eu recomendo a leitura.

Como surgiu a paixão pelo desenho e por quadrinhos?

Surgiu de tanto eu ler na infância Tio Patinhas, Zé Carioca, e um pouco mais tarde Mafalda, Calvin, Skrotinhos, Geraldão. Deu vontade de fazer igual. Para, quem sabe um dia, causar em outras pessoas o mesmo que eu senti um dia lendo esses feras. Surgiu também por uma necessidade de me expressar e ver nos quadrinhos um meio sensacional para isso.

O que você lê atualmente?

Acompanho várias tiras de humor online, entre elas Peanuts, Garfield minus Garfield, My cardboard life, Muttz e outros. Também leio, sempre que possível, obras de caras como Jeff Smith, Chris Ware, Will Eisner. Além disso, acompanho alguns autores nacionais como Laerte, Angeli, Gonsales, Adão, Sieber, Arnaldo Branco, Sica, Samantha Floor e outros.

Como surgiu a ideia do Macaco Albino?

Surgiu do meu caderno de rascunhos. De um processo livre de anotar qualquer coisa que me viesse à cabeça, e ir associando ideias. Resolvi criar um personagem simpático e engraçado para canalizar o resultado de todo esse processo. Sem ter que me prender a uma personalidade ou formato definidos.

Como foi o processo para publicar sua primeira revista?

Na primeira revista, de dezembro de 2008, compilei tudo o que eu tinha do personagem. Tiras e algumas histórias. Já na segunda edição, de dezembro de 2009, fiz as histórias pensando especificamente na revista. Deu pra trabalhar melhor os roteiros e as composições das páginas. Fiquei bem mais feliz com o resultado desta maneira.

Você também odeia pelos saindo do nariz ou só o Macaco Albino é que odeia? (leia a segunda edição do personagem para entender a pergunta)

Muitos dos ódios do Albino eu compartilho. Mas tento deixá-lo com vida própria, por isso coloco coisas nele que eu não necessariamente concordo e deixo de colocar coisas que sejam muito minhas. Sobre pelinhos, não há porque odiar algo que um “tic” de uma tesourinha resolve em meio segundo e sem esforço.

Onde as pessoas podem comprar sua revista?

Para comprar a revista, é só acessar me escrever no robles@pingado.com que eu envio todas as informações de como receber seu Macaco Albino em casa. Mais informações aqui: http://www.escoladeanimais.com/imagem-654

Tirinhas (clique para ampliar)


Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Entrevista no seu quadrinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s